A optieng no País Positivo - Semanário SOL

A optieng no País Positivo - Semanário SOL

JOÃO LOBATO, GENERAL MANAGER DA OPTIENG, EXPLICA COMO SURGIU A EMPRESA E AS RAZÕES QUE LEVARAM A QUE O SUCESSO DA MESMA FOSSE TÃO GRANDE.

Qual o mercado em que atua a Optieng e quais os serviços que presta?
O nosso mercado de trabalho é essencialmente a Indústria de processos contínuos, ou seja, as indústrias que detêm um processo de fabricação 24 horas dia, em que a avaria de um equipamento pode provocar a paragem de todo o processo fabril como por exemplo as fábricas de celulose, as fábricas de papel, centrais de produção de energia elétrica, refinarias de petróleo, fábricas de produtos químicos, entre outros. Os nossos serviços são na área da automação elétrica que vai desde a programação dos sistemas de controlo, instalação, comissionamento e ensaio dos sistemas e apoio ao arranque das fábricas. Temos também um grupo de trabalho para o apoio à manutenção das empresas.
Em caso de avaria o cliente pode, através de um contacto telefónico, solicitar uma intervenção de emergência, 24 horas dia 7 dias da semana.

Qual é, concretamente, o objetivo número um da empresa?
O nosso objetivo número um é melhorar a rentabilidade financeira das empresas, ou seja, otimizar o seu processo de fabricação. Para isso, recorremos a especialistas em cada área de processo para realizarmos estudos processuais, fazer o benchmarking do processo fabril e, caso se justifique, apresentar soluções para melhorar o processo de fabricação:
> aumentar a sua velocidade,
> reduzir o consumo de químicos ou de energia,
> reduzir as emissões de efluentes ou as emissões atmosféricas, entre outros.

Como se distingue a Optieng de outras empresas do mesmo ramo de negócio? O apoio ao cliente é a base da relação de confiança que criam com os vossos clientes?
Na nossa área específica de engenharia, a Optieng em Portugal detém hoje uma equipa já muito numerosa e com colaboradores com um know-how muito elevado dos processos em que trabalhamos. No nosso ramo de atividade não basta saber programar, é muito importante conhecer em pormenor o funcionamento da fábrica do nosso cliente, saber como funciona uma máquina de papel, saber como controlar a queima de uma caldeira de biomassa, saber como controlar a carga química dos agentes branqueadores de celulose, etc. Este conhecimento nestes ramos de indústria dão-nos o à vontade e a confiança para intervir diretamente nos processos de fabricação. Sendo hoje os sistemas de automação críticos para o bom funcionamento dos processos industriais contínuos, o apoio ao cliente 24 horas dia, torna-se fundamental para garantir uma produção contínua sem sobressaltos.


Se tem alguma questão sobre as nossas soluções e equipamentos, contacte-nos!